Avenida Paulista, 2073

Dedetizadora em São Paulo

Como é a realizada a dedetização do mosquito

Os mosquitos são os insetos mais combatidos e estudados pelas dedetizadoras e serviços de controle de pragas, especialmente no final da primavera e todo o verão. Essas pragas urbanas são transmissoras de diversas doenças e por isso, são um sério risco à saúde pública.

Como é a realizada a dedetização do mosquito A doença mais transmitida por mosquitos nas Américas é a dengue que, em alguns casos, pode levar à morte. Outras doenças que podem ser transmitidas pelos mosquitos são malária, zika, chikungunya, leishmaniose, febre amarela, etc, além de infecções e outras contaminações por bactérias e fungos provenientes dos locais por onde eles passam, ou seja, a dedetização de mosquito é necessária em casos de infestações. Mas é importante lembrar que as colaborações dos habitantes locais podem evitar em quase sua totalidade esse tipo de proliferação.

Existem no Brasil cerca de 2.500 espécies de mosquitos, que se alimentam de sangue e reproduzem-se principalmente em focos de água limpa parada, local onde as fêmeas põem ovos que geram larvas e se desenvolvem para mosquitos. Reproduzem em grande quantidade e rapidez e, por isso, podem criar infestações muito rapidamente em qualquer local que ofereça condições para a sua reprodução. Apesar de ter uma vida curta, uma fêmea pode colocar até 200 ovos por mês que se desenvolverão a mosquitos em poucos dias. Conheça um pouco mais sobre os mosquitos e os principais métodos de dedetização.

Como evitar uma infestação de mosquitos?

A infestação de mosquitos inicia-se por um ambiente que os atraia e que favoreça a sua reprodução e seus prejuízos se estendem por toda a vizinhança, colocando em risco a saúde de muitas pessoas, por isso, a melhor desinsetização para mosquitos é a prevenção. Para evitar infestações de mosquitos, primeiramente deve-se evitar manter alimentos expostos e lixo acumulado nas casas, pois o cheiro atrai mosquitos ao local e, para evitar a sua reprodução, todas as fontes de água limpa parada devem ser removidas ou tapadas, como caixas d'água, vasos e pratos de plantas, pneus, garrafas e outros recipientes, poças no chão, e quaisquer fontes de acúmulo de água no interior e exterior de um local. A remoção completa de mosquitos e seus esconderijos somente poderá ser feita com um dedetizador.

Solicite seu orçamento de dedetização aqui.













Como dedetizar mosquitos?

O combate aos mosquitos é feito por meio de ações preventivas e corretivas. As ações preventivas são realizadas em sua maior parte pela população e as ações corretivas, por um desinsetizador. As principais ações para dedetizar mosquitos são:

Pulverização: No método de desinsetização por pulverização, o inseticida é emulsionado em uma solução líquida e lançado ao ar com uma pulverizadora. Esse tipo de inseticida costuma possuir um odor mais leve e menor toxicidade, uma vez que ele contamina o ar e atinge a pessoas e animais. É um dos principais procedimentos no combate a mosquitos e outros insetos, sendo capaz de abater mosquitos em pleno voo, que é o modo onde eles são mais frequentemente encontrados e também de difícil captura.

A pulverização garante efeitos por um tempo prolongado e também obriga o inseto a abandonar seu esconderijo, agora contaminado e, por isso, possui grande eficiência no combate a insetos alojados em locais de difícil visualização e acesso. Logo, além de eliminar os mosquitos de forma imediata, impede que novos insetos voltem ao local dedetizado. É um método utilizado pela dedetizadora para combater mosquito em grandes áreas, como em ruas, parques, quintais, terrenos baldios e outros. É uma das técnicas de dedetização de mosquitos mais antigas e comuns.

Polvilhamento: Nesse procedimento de dedetização de mosquitos, um pó químico com efeito inseticida é aplicado em um local por onde normalmente os mosquitos passam. Esse método é excelente para combater mosquitos em pouso, em jardins, tubulações, parapeitos de janelas e outros locais onde pode se acumular mosquitos. Também é aplicado em fontes de água, como vasos de plantas e recipientes com grande propensão para o acúmulo de água da chuva, sendo também eficiente para combater a reprodução e novas larvas de mosquitos.

O pó utilizado no polvilhamento não possui odor e sua toxicidade também é reduzida, o que é necessário, uma vez que, assim como a pulverização, o polvilhamento possui grandes riscos de contaminação de outros locais.

Os mosquitos podem gerar infestações em poucos dias que causam prejuízos não somente ao local, mas em toda a sua vizinhança, podendo gerar em larga escala uma epidemia regional, por isso, todos os cuidados são urgentes. Na ocorrência ou suspeita de qualquer infestação em um local ou em locais vizinhos, entre em contato com a Dedetizadora SP para realizar a dedetização.

Utilizamos métodos que não agride o ambiente e seguros. Nossos profissionais são treinados e com pelo menos 5 anos de experiência no ramo de dedetização. Seu patrimônio protegido com total segurança.